Descubra como um medicamento para fortalecer a imunidade pode influenciar no tempo de tratamento de infecções com antibióticos


  • +A
  • -A

Você já ouviu falar nos remédios imunomoduladores? Eles são medicamentos desenvolvidos por meio das técnicas e estudos mais modernos da ciência, que ajudam a tornar o sistema imunológico mais forte e, consequentemente, proteger o corpo do ataque de vírus, bactérias e outros agentes invasores.

Proteção eficaz

Em vez de atuar contra seres que ameaçam a saúde, os imunomodulares agem no sistema imunológico e em substâncias que o compõem, como os linfócitos e a citocina. Eles aumentam a imunidade do organismo provocando seu fortalecimento e preparando-o para uma proteção mais adequada e eficaz.

Ao entrar em contato com uma doença, o organismo responde por meio da produção de células de defesa. Um sistema imunológico fraco está mais vulnerável a invasões e responde a ela lentamente. Com os remédios imunomoduladores, isso não será um problema, já que o corpo responderá rapidamente.

Menor uso de antibióticos

A ação destes medicamentos tem ainda resultado no tratamento de doenças e infecções com o uso de antibióticos. O maior preparo do organismo para lutar contra agentes invasores implica num menor tempo de uso de antibióticos e, consequentemente, no tratamento mais eficaz e um corpo saudável mais rapidamente.

Segundo o infectologista Nélio Artiles Freitas, o sistema imunológico também pode ser fortalecido por meio da uma vida saudável, que passa por uma “alimentação balanceada, uma boa hidratação, atividade física regular e um bom momento de descanso.” Artiles complementa: “Viver totalmente sem estresse talvez não seja possível, mas é preciso trabalhar a saúde emocional e espiritual.”

Nélio Artiles Freitas é formado pela Faculdade de Medicina de Campos e atua em Campos dos Goytacazes-RJ. CRM-RJ: 446665

TAGS
imunidade
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Descubra como um medicamento para fortalecer a imunidade pode influenciar no tempo de tratamento de infecções com antibióticos"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.