Por que é recomendado fazer o exame de toque a partir dos 40 anos?


  • +A
  • -A

O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais frequente entre os homens, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Como o nome já diz, a doença afeta a próstata, uma glândula localizada próxima à bexiga e ao pênis. A principal forma de detectar a este tipo de câncer é a realização do exame do toque retal e sua descoberta precoce aumenta consideravelmente as chances de cura.

Exame de toque é feito em poucos minutos


“É recomendado que o exame do toque seja realizado a partir dos 40 anos de idade em
homens afrodescendentes e/ou com história familiar positiva para câncer. Caso contrário, pode ser realizado a partir dos 45 anos”, afirma o urologista Cassiano Furlan Borgo. É a partir desta faixa etária que a próstata pode apresentar alterações que levam ao câncer.

Embora a realização do exame possa ser feita por qualquer profissional médico, as especialidades que geralmente são procuradas são o urologista, o proctologista e o ginecologista, de acordo com o profissional. O exame do toque não dói e pode ser concluído rapidamente, em menos de dois ou três minutos e as consultas médicas devem ser repetidas anualmente para permitir o diagnóstico ainda em estágios iniciais.

Como é feito o exame do toque?


“O exame deve ser realizado em posição confortável para o paciente, sendo que o médico calça uma luva e lubrifica o dedo, o qual é gentilmente introduzido no ânus”, conta o urologista. As posições variam de acordo com a preferência pessoal do médico, mas as mais frequentes são com a barriga para cima, deitado de lado, de pé ou ainda na posição genupeitoral, em que o paciente se deita em quatro apoios e apoia o peito no colchão.

Além do exame do toque retal, outros exames podem ser solicitados. É o caso do exame ultrassonográfico do aparelho urinário e da próstata, de urina e dos exames sanguíneos, como hemogramas, lipidogramas e PSA. O exame PSA detecta a presença no sangue de uma proteína produzida pela próstata. Quanto maior a quantidade desta substância, maior é chance do paciente estar com câncer.

Dr. Cassiano Furlan Borgo é urologista e cirurgião geral e atua em São Gabriel da Palha e São Mateus, no Espírito Santo. CRM-ES: 8632  

Foto: Shutterstock

TAGS
paciente
tratamento

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Por que é recomendado fazer o exame de toque a partir dos 40 anos?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.