Como saber se uma criança está se alimentando mal?


  • +A
  • -A

A alimentação de uma criança é de extrema importância para o desenvolvimento de um corpo saudável. A quantidade e a variedade de nutrientes que o organismo recebe durante a infância fazem toda a diferença para brincar e estudar, mas também na prevenção de doenças, gerando reflexos até na vida adulta. Os pais devem ficar atentos a sinais e sintomas que indicam que o filho está se alimentando mal.

 

Cansaço é um dos principais sinais de má alimentação na infância

 


Os hábitos ruins da alimentação podem estar ligados tanto à falta quanto ao exagero. “A criança pode ter algumas carências nutricionais específicas, em que vemos o desenvolvimento da anemia e alterações ósseas. Clinicamente, há cansaço e palidez, que podem ser sinais de algum problema relacionado à falta de nutrientes”, explica o pediatra Bruno Amaral. Depressão, baixo crescimento e casos repetidos de infecções também são possíveis consequências.

Por outro lado, o exagero no consumo de gorduras e carboidratos propicia o desenvolvimento da obesidade. “A obesidade está relacionada a uma alimentação ruim, principalmente à baixa ingestão de frutas e outros vegetais e pode provocar problemas no futuro, como diabetes e outras doenças endócrinas, hipertensão e infarto agudo do miocárdio”, alerta o especialista.

 

Alimentação balanceada na infância ajuda a prevenir doenças na vida adulta

 


O ideal, segundo o profissional, é manter uma dieta balanceada, equilibrando todos os nutrientes que o organismo infantil necessita. Os pais devem utilizar frutas, verduras e legumes para criar pratos bem coloridos. No caso das crianças pequenas, é importante dar preferência ao leite materno.
Para as maiores, doces e comidas de redes de fast food devem ser evitadas.

A suplementação pode ser indicada para algumas crianças depois que o pediatra analisar o caso e as necessidades específicas. “O que a gente tem de suplementação com absoluta certeza é a vitamina D, por causa da importância para o metabolismo ósseo. A gente faz a partir do 15º dia de vida até os 2 anos, para todas as crianças para evitar exposição direta ao sol”, afirma Bruno.

 

Dr. Bruno Amaral é pediatra, especialista em Terapia Intensiva Pediátrica e formado em Medicina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. CRM-RJ: 52-84093-9

 

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
nutricao
suplementos
vitamina-d

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Como saber se uma criança está se alimentando mal?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.