Quando a flatulência passa a ser motivo de preocupação?


  • +A
  • -A

A produção de gases pelo organismo e sua posterior eliminação resultam da digestão dos alimentos, em um processo considerado normal pelos médicos e especialistas. No entanto, é preciso estar atento a certos sintomas: em alguns casos, gases podem causar dores e a flatulência se tornar um motivo de preocupação que deverá ser investigado.

Excesso de gases deve ser investigado por um médico


“Durante a digestão, o intestino produz, normalmente, uma certa quantidade de gases que são expelidas em forma de flatos. Porém, sempre que a flatulência incomodar a pessoa, ela deve procurar um médico para uma avaliação”, explica o gastroenterologista Quelson Coelho Lisboa.

O excesso de gases, por exemplo, além de embaraçoso, pode indicar um problema de saúde. “O principal motivo para a produção de gases em excesso é alguma intolerância alimentar, principalmente intolerância à lactose ou intolerância ao glúten”, afirma o profissional. Uma das medidas que podem ser indicadas para minimizar os sintomas é retirar essas substâncias da alimentação.

Flatulência associada à febre e dores abdominais é suspeita


Em alguns pacientes, uma grande quantidade de gases pode estar associada à dor abdominal e à prisão de ventre, que podem indicar desde alteração no número de bactérias no sistema gastrointestinal até a presença de parasitas. Há ainda outros sintomas considerados suspeitos: febre, diarreia, perda de peso sem explicação e fezes escuras e com cheiro forte. Em outros casos, entretanto, a flatulência pode ser o único sintoma.

Além da intolerância, a flatulência também pode ser sinal de problemas alimentares. “Outras causas estão relacionadas à alimentação, principalmente com a ingestão de bebidas gaseificadas, como refrigerantes, ou o sorbitol que é um produto natural que funciona como adoçante”, cita Lisboa. A síndrome do intestino irritável, muito associada à ansiedade, também é um problema preocupante e que gera excesso de gases.

Dr. Quelson Coelho Lisboa é gastroenterologista pela Universidade Federal de Minas Gerais e atua em Belo Horizonte (MG). CRM-MG: 45711 – www.drquelsoncoelho.com

Foto: Shutterstock

TAGS
gases

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Quando a flatulência passa a ser motivo de preocupação?"

Jozia benedito

Esque de co.entar alem dos gased em exesso meu intedtino so funciona com o 46 da homeopatia …se nao fico dias sem ir ao banheiro.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.