A flatulência em excesso pode ser sinal de algum problema de saúde mais grave


  • +A
  • -A

A eliminação de gases em excesso é um prato cheio para piadas, mas além de provocar mau cheiro, é capaz de causar constrangimento em algumas pessoas. Apesar disso, a gastroenterologista Amanda Buchmann tem uma boa notícia para quem convive com este problema. “Embora a passagem excessiva de flatos ou seu mau cheiro possa ser uma fonte de embaraço para o paciente, raramente é associada a uma doença grave”, explica a médica.

 

Parasitoses e crescimento de bactérias podem provocar excesso de gases

 


Entretanto, é sempre importante ficar atento a alguns sinais capazes de indicar que algo está errado. “Devemos suspeitar de alguma doença quando há
febre, perda de peso não explicada, dores abdominais associadas a fezes escuras e mal cheirosas e diarreia por mais de cinco dias“, explica a médica. Diante desses sintomas, é preciso procurar um clínico geral ou gastroenterologista rapidamente.

Entre os problemas que provocam a flatulência em excesso está a intolerância à lactose, substância encontrada no leite e em produtos derivados. A presença de parasitas no intestino, como a giárdia, dificulta a absorção dos alimentos e também pode aumentar a produção de gases. Cirurgias, crescimento exagerado de bactérias e condições como a síndrome do intestino irritável e gastroenterite também são fatores que devem ser considerados.

 

Forte cheiro dos gases é causado por alimentos com enxofre

 


Já para o forte cheiro dos gases, a explicação está na alimentação: “O odor ofensivo, quando presente, pode ser resultado de compostos contendo enxofre, tais como metanotiol, sulfureto de dimetilo e sulfureto de hidrogênio, bem como ácidos graxos de cadeia curta, indóis, aminas voláteis e amônia”, diz a especialista.
Leite, cebola e alho são alguns exemplos.

Existem algumas formas de prevenir e tratar o excesso de flatulência. “Limitar a ingestão de alimentos conhecidos como produtores de gás, como repolho, brócolis, trigo e batata, deve ser recomendado como início à terapia. Medicamentos que fazem com que as bolhas de gás quebrem e se dissolvam são amplamente utilizados”, recomenda a especialista. Já se há suspeita de supercrescimento bacteriano, é possível recorrer ao tratamento com antibióticos. 

 

Dra. Amanda Buchmann é gastroenterologista do Setor de Gastro-hepatologia do Hospital Federal dos Servidores do Estado e atende no Rio de Janeiro. CRM-RJ: 52918555

 

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
gases

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

3 comentários para "A flatulência em excesso pode ser sinal de algum problema de saúde mais grave"

Ademar

Boa tardeTenho tantas gases que as vezes o coracao acelera, aumenta muito os batimentos, desconforto no peito.O que devo fazer

Cesar Higashijima

Ademar, o excesso de gases muitas vezes pode estar relacionado a sua alimentação. O ideal é que você procure um médico gastroenterologista para que ele possa avaliar o seu caso. Abraços

Jozia benedito

E nao tomo leite frutas ,nem mesmo fruta ,carne com frequencia devido minhas condicoes salariais.nao consumo acucar nem adocante por opcao, nem mesmo fritura …..mas em conpensacao eu passo o tempo todo com gasez e e ja esta ficando constrangedor por que sai sem eu sentir …e percebi que passei de 89quilos para 61quilos ..mas achei que foi por causa da eliminCao da fritura ,manteiga e acucar nso sinto vontadr de consumilps …me ajude por favor..

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.