Enjoo matinal: Por que esse sintoma é tão comum durante a gravidez?


  • +A
  • -A

A gravidez é considerada um dos momentos mais bonitos da vida de uma mulher, mas é também muito delicado. A gestante precisa receber acompanhamento médico e psicológico para que sua saúde e a do bebê sejam preservadas. Existem alguns sintomas que podem gerar desconforto, como é o caso do enjoo matinal, bastante frequente e chamado cientificamente de êmese gravídica.

Enjoo é mais comum no primeiro trimestre da gravidez


De acordo com a ginecologista e obstetra Vanessa Sekula, inúmeras razões podem levar ao surgimento ou à potencialização do enjoo matinal, sejam elas genéticas, endocrinológicas, imunológicas ou mesmo emocionais. “Observa-se, porém, uma relação real entre este sintoma e a produção do hormônio HCG, a gonadotrofina coriônica humana, que é a mesma substância dosada no teste de gravidez e é a razão do enjoo ser realmente tão comum nas gestantes”, afirma.

A êmese gravídica é mais frequente no primeiro trimestre da gravidez, mais precisamente entre a oitava e a 12ª semana. Acredita-se que existe uma relação entre o HCG e o enjoo, justamente porque é nesta etapa da gestação que ocorre o pico de sua produção. Segundo a especialista, em gestações múltiplas, ou seja, quando as futuras mães estão grávidas de gêmeos ou trigêmeos, os sintomas tendem a ser mais intensos e os níveis de HCG são mais elevados.

Suco de limão ou abacaxi alivia enjoo em gestantes


Dra. Vanessa diz que a gestante deve se tranquilizar e entender que o enjoo matinal é um sintoma comum e que logo deve passar. Mas, existem algumas mudanças que podem ser feitas para reduzir sua intensidade e frequência. “É importante ter atenção com a alimentação, evitando produtos muito gordurosos e condimentados, bem como o consumo de grandes porções e jejum prolongado”, orienta a especialista.

É necessário comer a cada três horas, dando preferência a pequenas porções de alimentos leves. Em geral, alimentos secos, como biscoito de água e sal, ou ácidos, como limão e abacaxi, seja na forma da fruta, suco ou gotas diluídas em um copo de água, ajudam a aliviar o enjoo. Algo pouco lembrado, de acordo com a ginecologista, é o consumo de chicletes, que pode ajudar a engolir a saliva produzida em maior quantidade, reduzindo o desconforto sentido pelas gestantes.

Dra. Vanessa Gozzo Sekula é ginecologista e obstetra formada pela Universidade de São Paulo (USP) e atua em São Paulo. CRM-SP: 96210

Foto: Shutterstock

TAGS
gravidez

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Enjoo matinal: Por que esse sintoma é tão comum durante a gravidez?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.