Crossfit: Confira os benefícios e riscos associados a esse tipo de treinamento


  • +A
  • -A

O crossfit é uma atividade que surgiu nos Estados Unidos no fim do século XX e dos anos 2000 para cá se tornou febre em diferentes países pelo fato de trabalhar o corpo de uma maneira diferente. A modalidade prevê que os praticantes usem a força e resistência física através de exercícios de alta intensidade que exigem o desenvolvimento simultâneo de diversos grupamentos musculares.

Assim como em toda prática que visa o treinamento físico, o crossfit apresenta benefícios, mas também seus riscos. Por isso mesmo os praticantes devem tomar alguns cuidados. “Inegavelmente, o crossfit é uma modalidade de alto rendimento, e como tal, sua prática por indivíduos despreparados, os famosos ‘praticantes de fim de semana’, compromete a técnica requerida para a execução segura e eficaz dos movimentos”, explica o ortopedista Vinícius Magno.

Acompanhamento profissional ajuda na identificação de lesões e correção de postura


Segundo o médico, aqueles que não estão acostumados com a dinâmica do crossfit ficam mais propensos a desenvolver lesões musculoesqueléticas, vasculares, cardíacas e até mesmo oftalmológicas. A solução seria buscar uma familiarização gradual com a atividade e o acompanhamento de um profissional de educação física, já que este estará atento e saberá interromper o treino ao mínimo sinal de riscos de lesões.

“Um recente estudo estimou que a incidência de lesões musculoesqueléticas no crossfit   seja de 20% e concluiu que a melhor recuperação se dá quando o treinador participa ativamente do processo de identificação das mesmas e adequação (ou suspensão) dos treinos para que o tratamento adequado seja realizado”, aponta Vinícius. A presença de um personal trainner, que se dedica integralmente a um só aluno, seria ainda mais interessante para a detecção de lesões e adequações no treino.

Crossfit promove perda de gordura, ganho de massa muscular e combate a depressão


Apesar dos riscos, o crossfit está associado a uma série de melhorias, que vão além de resistência e força. “O treinamento aeróbico e a resistência cardiovascular podem se equivaler aos de nadadores de alto rendimento. O ganho de massa muscular e perda de tecido adiposo também são notórios. Recentemente, pesquisadores destacaram a melhora no grau de motivação entre pacientes portadores de depressão que iniciaram a prática”, conta o ortopedista.

Dr. Vinícius Magno é ortopedista especialista em patologias da coluna vertebral e pesquisador da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). Também é Coordenador da Residência em Ortopedia do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle. CRM 52 84759-3.

TAGS
atividade-fisica
emagrecer
obesidade

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Crossfit: Confira os benefícios e riscos associados a esse tipo de treinamento"

Daniel

Excelente matéria, o Crossfit é uma modalidade de atividade física que está em destaque atualmente nas academias, dentre os benefícios que ela prove encontra-se também os riscos de lesões, porém se bem orientado, estes são mínimos!

Victor Hugo Faria Laranja

Muito bem doutor, compartilho da sua opinião e reafirmo que qualquer exercício que tem como proposta a evolução do paciente, seja fisiológica ou psicológica, é necessário sempre o acompanhamento de um profissional qualificado. Assim contribuímos para o bem da pratica esportiva e evitamos lesões.

Max Ramos

Muito interessante essa explicação técnica de um profissional competente da área médica sobre as lesões no CrossFit, repitam esse tipo de matéria nas demais modalidades de atividades físicas, parabéns Dr Vinícius Magno!

Jairo Pinheiro Junior

Muito boa a matéria, esclarecedora a todos que pretendem praticar atividade física com responsabilidade. Parabéns Dr. Vinicius Magno.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.