Férias escolares: como não desregular o sono durante o descanso?


  • +A
  • -A

É comum que nos períodos de aulas e de trabalho as pessoas acabem dormindo menos do que deveriam. Em geral, elas se deitam mais tarde e acordam mais cedo do que gostariam. Durante as férias, com a redução dos compromissos e do controle de horários, a tendência do corpo é tentar compensar as horas de sono perdidas ao longo dos últimos meses. Como? Dormindo mais e bem.

Dormir algumas horas a mais pode fazer bem

 

Mas, será que essas horas a mais e cochilos em horários diferentes não acabam desregulando o sono? “Essa situação pode ser positiva, desde que a pessoa mantenha horários regulares, de acordo com as características de seu corpo, e preserve a quantidade necessária de sono“, explica a psiquiatra Camilla Pinna, especialista em Medicina do Sono.

Quando a hora de dormir e acordar variam muito de uma noite para a outra e a pessoa dorme em horários que não são adequados às características do seu corpo, os ritmos biológicos ficarão desajustados. As consequências podem variar desde mudanças na secreção de alguns hormônios até alterações no humor e no sistema imunológico. O problema pode ser ainda maior se o corpo não tiver o tempo de descanso necessário.

Mantenha horários mais ou menos fixos para dormir e acordar

 

Quem não mantiver horários regulares ao longo das férias pode ter problemas quando o período das aulas retornar. “Quanto mais diferente for a rotina de acordar e dormir durante as férias, mais difícil será a readaptação”, alerta a médica. As consequências serão logo sentidas pelo organismo. Nos primeiros dias, é comum que essas pessoas tenham dificuldade para se levantar pela manhã e se sintam sonolentas e com menos energia durante o dia. Já à noite, muitos terão dificuldade para pegar no sono.

De acordo com Camilla, medidas como evitar cochilos durante o dia, retomar a prática de exercícios físicos e realizar atividades mais tranquilas e relaxantes no fim da noite podem ajudar o indivíduo a se readequar à rotina mais facilmente. O ideal é que, nos últimos dias de férias, os horários retornem ao normal, se aproximando da hora rotineira de deitar e de levantar.

Dra. Camilla Moreira de Sousa Pinna é psiquiatra formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), especialista em Medicina do Sono e atua no Rio de Janeiro. CRM-RJ: 52-82109-8

Foto: Shutterstock

TAGS
psicologico
sono

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Férias escolares: como não desregular o sono durante o descanso?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.

x

Parabéns

Em breve sua revista chegará em sua casa

Percebemos que você gostou do nosso conteúdo. Quer receber nossa revista em casa?

Preencha o formulário com seus dados que enviaremos para você!

* IMPORTANTE: Isso não é uma assinatura. Você receberá apenas esta edição da Revista CUIDADOS PELA VIDA.