Convivendo com a endometriose: Você sabia que algumas práticas do dia a dia podem reduzir a dor causada pela doença?


  • +A
  • -A

A endometriose é uma doença que provoca o crescimento do endométrio, estrutura que reveste o útero internamente, para outras partes do corpo feminino. Depois de receber o diagnóstico, é importante se dedicar ao tratamento e adotar algumas práticas no seu dia a dia para diminuir a sensação de dor e outros sintomas típicos do problema.

Uso de analgésicos pode ser indicado em casos de dor forte


A escolha do tratamento ideal deve ser feita junto ao médico, levando em consideração as particularidades de cada paciente. “O tratamento da endometriose pode ser feito com uso de medicações hormonais, como os anticoncepcionais orais, implantes no subcutâneo ou DIU de progesterona”, afirma o ginecologista e obstetra Alexandre Brandão Sé.

De acordo com o especialista, o uso da medicação hormonal pode levar a uma melhora considerável da dor e a escolha dos medicamentos deve considerar seu histórico e a intensidade de seus sintomas. Mesmo assim, algumas pacientes podem continuar se queixando dos sintomas. “Nesses casos, o uso de anti-inflamatórios e analgésicos está indicado. Terapias acessórias, como acupuntura, relaxamento e massagem também podem ajudar”, recomenda o profissional.  

Eletroestimulação e bolsas de água quente podem diminuir a dor


Outra terapia indicada para mulheres que sofrem com a dor causada pela endometriose é a eletroestimulação. A técnica trabalha com impulsos elétricos que favorecem a produção de analgésicos naturais no seu corpo, reduzindo a dor e a sensibilidade na área afetada pela doença. Aplicar bolsas de água quente e tomar banhos quentes são outras atitudes que podem aliviar esse sintoma.

Além da dor pélvica cíclica associada à menstruação, você também pode apresentar dor durante a relação sexual, sintoma chamado de dispareunia. É importante conversar com seu médico ao notar qualquer piora ou mudança na endometriose. Essas alterações podem não ser normais e devem ser acompanhadas de perto por um profissional. Ser bem avaliada e realizar o tratamento corretamente são essenciais para conseguir aliviar a dor.

Dr. Alexandre Brandão Sé é ginecologista e obstetra pela Universidade de Brasília e especialista em Endoscopia Ginecológica e Uroginecologia e Cirurgia Vaginal. CRM-DF: 15796

Foto: Shutterstock

TAGS
endometriose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Convivendo com a endometriose: Você sabia que algumas práticas do dia a dia podem reduzir a dor causada pela doença?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.